Busca no Site

Interativos

Receba nossas novidades



Receber em HTML?

Enquete

Pessoas divorciadas devem ter acesso à Eucaristia?
 

Compartilhe este site

Faça um pedido de oração





  
Informe o código de segurança para confirmar:
 

O Menino Jesus na Santa Hóstia PDF Imprimir E-mail

Carlos Magno vencera os saxões, e Wittikind, o valente chefe dos vencidos, descontente com os seus deuses, pois era pagão. Quis, estudar ocultamente a religião cristã.

Para isso foi disfarçado, à residência do Imperador em Paderborn.

E como era o Dia de Páscoa, todos foram à Igreja; então Wittikind, envolto no seu manto, entrou no sagrado recinto e, escondido atrás de uma coluna acompanhou com grande interesse as cerimônias da Santa Missa.

Até então, nunca vira tão deslumbrante solenidade! A Igreja ricamente ornamentada e profusamente iluminada; o sacerdote com preciosos paramentos; ao lado do altar, um rico trono para o imperador; que se achava rodeado dos grandes da corte; o canto harmonioso do povo, enfim, tudo o impressionava profundamente.Não se cansava de admirar o admirável espetáculo.

Mas, a sua admiração chegou ao auge quando, chegando o momento da Santa Comunhão, o sacerdote voltou-se e mostrou ao povo uma pequena Hóstia branca.Wittikind , fixando-a com atenção viu-a se transformar em uma linda criança, amável, de sorriso divinal!

O sacerdote se adiantava e colocava a criança nos lábios do Imperador e em seguida nos lábios de todos os que se aproximavam da Santa Mesa.

Wittikind ficou assombrado! Quis falar, quis gritar! E o mais impressionante é que a criança nos lábios de algumas pessoas ia alegre, e triste, chorosa mesmo, aos lábios de outras.

Wittikind, não atinando com o que via, e perturbado, procurou o imperador para pedir-lhe explicações.

Contou-lhe o que presenciara durante a Santa Missa, e Carlos Magno então lhe explicou o grande mistério da nossa Santa religião, dizendo-lhe:

“Vistes , o que nós cristãos vemos com a fé. A linda criança que o sacerdote tinha nas mãos, é o menino Jesus nascido em Belém. É o Filho de Deus que se fez homem por amor de nós, e depois morreu em uma cruz para nos salvar, e ressuscitou ao terceiro dia, três dias depois de morto.

E, para patentear-nos ainda mais o seu amor, instituiu o Santíssimo Sacramento do altar, onde está realmente presente debaixo das espécies de pão e de vinho.

Ele mesmo deseja entrar em nosso coração e quando este está isento de pecados e ornado de boas obras, o Menino Jesus repousa com prazer.

Se, porém, o coração está manchado de pecados, Jesus entra sim, mas contrariado e triste”.

Então o príncipe exclamou: “Como é bom o vosso Deus. Quero também me tornar cristão para receber esse lindo e amável menino!”

Foi batizado e viveu santamente, oferecendo sempre a Jesus um coração puro.

Extraído do livro : Leituras Eucharisticas-1935- Ed. Vozes Frei Mariano Wintzen-OFM

Colaboração de Lourdinha Salles e Passos Paróquia de São Francisco Xavier- Niterói- RJ