Quem foi João Paulo II?

Karol Józef Wojtyla, conhecido como Papa João Paulo II, nasceu em maio de 1920 na Wadowice na Cracóvia. Fez a primeira comunhão com nove anos, no mesmo ano de falecimento de sua mãe. É o segundo filho de três irmãos. Seu pai era oficial do exército. Aos dezoito anos entrou para Universidade e para uma Escola de Teatro.
Trabalhou em uma fábrica de produtos químicos (solvente) para ganhar a vida e evitar sua deportação para a Alemanha. Em 1942, sentiu-se chamado a vocação sacerdotal na qual foi ordenado em 11 de novembro de 1946, enquanto dedicava-se também ao teatro. Doutor em teologia, foi pároco em diversas igrejas da Polônia, professor do Seminário Maior da Cracóvia e da Faculdade de Teologia de Lublin. Ordenado Bispo Auxiliar da Cracóvia em 1958, pelo papa Pio XII, que 6 anos depois o ordenaria Arcebispo e em 1967, Cardeal, o conhecido João Paulo II foi eleito ao trono de São Pedro em 16 de outubro de 1978 e empossado no dia 22. É o 264º papa da história, o Pontificado mais longo do século XX e que passou de um século e de um milênio para o outro.
Como será a eleição do novo papa?
Nos próximos dias os Cardeais, representantes da Igreja em todo o mundo, serão convocados para os funerais de João Paulo II e para o início do “conclave”, reunião a portas fechadas, que elegerá o futuro Pontífice. São 117 os cardeais que têm idade inferior a 80 anos e que deverão participar do conclave.
O início do conclave deverá começar em aproximadamente 15 dias. Os cardeais ficarão isolados do mundo exterior e, sem nenhuma influência, deverão orar, conversar e eleger o novo papa. O candidato deverá ter dois terços dos votos. Serão realizados tantos escrutínios quantos forem necessários para se chegar ao consenso.
Depois da computação de cada votação, se o candidato não tiver atingido ao número mínimo de votos, os mesmos serão queimados com um produto químico, resultando em fumaça negra, que sairá de uma chaminé e poderá ser vista por todos os que estiverem na Praça de São Pedro, no Vaticano. Geralmente são duas votações por dia.
Quando os fiéis avistarem a fumaça branca, terão o sinal de que o novo papa foi eleito. O novo pontífice escolherá o nome que irá adotar. Geralmente em homenagem a um outro papa ou a um santo. Em seguida será revestido de vestes brancas e apresentado a todo o mundo. O cardeal responsável aclamará: Temos Papa.
O novo Pontífice é, então, apresentado ao mundo. Ele dá a sua mensagem e a bênção ‘urbi et orbi’ isto é, à cidade a ao mundo.

O mundo está em oração, pedindo pela alma de João Paulo II e pelo novo papa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!